Anna Behatriz Azevêdo

Integrou de 2005 a 2010 o Nômades Grupo de Dança, atuou como bailarina nos espetáculos “… e o corpo ainda pulsa…” e “Última Gota”, onde desenvolveu trabalhos em videoscenários. Participou da videodança “RUA 57, N 60, CENTRO” realizado pelo ¿por quá? grupo de dança e grupo Vida Seca em 2011, e das videoinstalações para o espetáculo MADAM do Neka Poéticas Corporais em 2012 e para o espetáculo Caçada do Rebentos Criativos – paisagens corporais. Realizou o videodança para o espetáculo ‘Ao alcance das mãos’ de Marcus Nascimento em 2016. Como performer se apresentou em festivais nacionais e internacionais. Atualmente faz mestrado em arte e cultura visual na FAV/UFG.

Espetáculos relacionados